18.1.17

Iniciativas Sustentáveis

A Pantone, que escolhe uma cor simbólica todos os anos – feita a partir da observação de movimentos culturais pelos quais o mundo está passando -, já anunciou a escolha da cor para 2017: Greenery.


A justificativa é
Greenery é a cor dos recomeços. Seu tom cítrico levemente amarelado evoca aqueles primeiros dias da primavera, quando o verde da natureza começa a renascer, restaurar, renovar. Sua associação com folhagens e a exuberância da vida ao ar livre sinalizam ao consumidor o momento de respirar fundo, se oxigenar e revigorar.
Uma bandeira erguida atualmente é a do desenvolvimento sustentável que, de modo geral, é a concepção de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das gerações futuras. Ou seja, não esgotar todos os recursos.

O intuito é pensar em qualidade em vez de quantidade. Trabalhar na redução do uso de matérias-primas para aumentar a reutilização e uso de materiais recicláveis. Esse último, contudo, precisa de prudência! No Brasil o percentual de lixo que é efetivamente reciclado é muito pequeno, logo é necessário ter planejamento com os supostos materiais recicláveis. Do contrario, será apenas mais lixo. 

A cor, admitido não é a minha favorita, especificamente em peças de roupa. Mas o conceito é exatamente o que desejo na vida. Por isso, tentando me adequar desde já a este modo de vida, fui verificar o que tem na minha casa e por onde eu posso começar.

Qual a primeira impressão que eu tive? Tá tudo errado!

Gente, eu produzo uma quantidade absurda de lixo. Fiquei arrasada ao ver a minha cafeteira e não saber o que fazer com todas aquelas capsulas depois de usar. No banheiro tem ducha higiênica, mas vamos combinar, quando utilizada, fica tudo molhado e precisamos enxugar. E agora, o que faço? Recorro ao papel? :(

Troquei todas as lâmpadas da casa por leds, mas ainda tenho muitos produtos (de beleza, de limpeza etc), como esponja pra lavar as louças, que não posso simplesmente jogar fora. A saída é consumir até acabar e, quando precisar comprar algo novo, ir atrás de soluções naturais ou marcas vegan.

Diminuir o consumo de carne vermelha também faz parte do planejamento. Assim como investir em itens de segunda mão, entre outras soluções que caibam no dia-a-dia de pessoas urbanas. O blog Um ano sem lixo, tem sido muito importante nesses primeiros passos me conduzindo com novas perspectivas, reflexões e estudos sobre assuntos que questiono tanto, como consumo consciente, iniciativas sustentáveis ou formas de reduzir o meu lixo. 


Então a minha meta, como você pode notar, é passar por essa transição. Diminuir o meu impacto ao meio ambiente com calma e paciência. Afinal cada pequena mudança é necessária e tem seu tempo para acontecer.

Essa semana foram as luzes de leds, a formação de um "kit de coisas para ter sempre na bolsa" (talheres de Camping, guardanapo de pano etc.) e a compra de mais plantas. Também procurei postos de reciclagem perto da minha casa... Enfim,  não dá pra fazer tudo de uma hora para outra, mas é crucial começar. É assim que vou trazer a cor "Greenery" para a vida, explorando esse caminho de trocas e ressignificações. 

✗✗✗


E você como vai usar a cor do ano?

beijo,

4 comentários

  1. Oi Bruna, eu achei a escolha da cor super interessante, não tanto pelas possibilidades de aplicação, mas por toda essa filosofia do recomeço por trás. O clima aqui em casa esse ano também é de reaproveitamento e corte de desperdícios. As sobras do café eu estou usando para fazer adubo orgânico (junto com cascas de ovo e de banana) ~ mas realmente essas cápsulas de plástico são um problema (não uso essas cápsulas em casa, felizmente). O meu prédio possui reciclagem seletiva, o que já é um adianto.

    Um beijo querida, e boa sorte (pra gente) nesse recomeço mais verde!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, vou comprar uma outra lixeira para por na cozinha e assim separar o lixo. Tô muito preocupada com as capsulas. Sério, não sei o que fazer. Comprei a cafeteira recentemente. =/

      Excluir
  2. Oi Bruna,

    Eu sou suspeita de falar a respeito da cor porque eu amo verde. Amo plantas e objetos de decoração com essa cor. Ela me anima e acho que deixa os ambientes mais vivos. Sobre a questão de ter uma vida mais sustentável, concordo com você que precisamos começar a mudar nossos hábitos mesmo quando ainda não é possível dar uma super 'guinada'. Também acho que é um passo de cada vez mesmo e isso varia muito de acordo com a realidade de cada uma. Eu não sou uma pessoa que produzo muito lixo pois tenho poucas coisas e uso tudo que tenho até o final mas tenho pensado muito em como melhorar o processo de reciclagem aqui de casa. Amei seu blog, é muito bonitinho!

    Beijos, Bel
    http://belsantanna.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de verde - não esse verde especificamente hahaha - mas também acho lindo muitas plantas em casa <3

      Excluir

Copyright © Ensaio de asas
Design edited by Bruna Sarga Illustration by Klika Boutique