22.1.16

SE EU FICAR, de Gayle Forman


Terminei de ler há umas duas semanas, mas fiquei na dúvida se falaria algo sobre o livro ou não. Nunca sei ao certo como escrever resenhas de coisas que - sem MiMiMi, por favor - não gostei. Principalmente quando é uma opinião contrária a de tantas pessoas. Todas apaixonadas pelo romance de Gayle Forman, Se eu ficar

UM CAPÍTULO FRENÉTICO
O primeiro capítulo, devo admitir, foi empolgante. Somos apresentados a Mia, garota de 17 anos, fascinada por violoncelo, namorada de Adam - uma estrela do rock em ascensão -, e filha de pais roqueiros. Até o irmão mais novo, parecido com os pais, curte punk rock. Apesar de adorar sua família, Mia sente-se incompatível por ser tão diferente deles. Inclusive fisicamente. E, como deu pra notar, as diferenças aumentam quanto ao gosto musical: ela quer seguir carreira na música erudita.  

É um dia de neve e todas as aulas foram canceladas. A família decide aproveitar a folga para visitar os amigos. Durante o trajeto, ocorre um acidente terrível. Os pais de Mia estão mortos na estrada. Gravemente machucada, Mia entra em coma. Sua "alma" acompanha tudo que está acontecendo.

PERSONAGENS MAL DESENVOLVIDOS
Ela precisa lutar para continuar viva, mas não sabe como fazer para sair do limbo que se encontra. Os capítulos são curtos. O primeiro é bom, mas depois a história perde a força. O livro narra as 24 horas do coma de Mia, todo baseado no conflito interno "viver ou não". O enrendo alterna entre Mia no hospital e as lembranças da sua vida antes do acidente. 

Não sei o que acontece, mas nada, absolutamente nada, convence. Apesar da temática ser interessante, os personagens são superficiais e nenhum deles provocam empatia. O amor de Adam e Mia, em relação ao romance, quero dizer, soa artificial. E até a própria Mia é frívola na maior parte do tempo. 

Depois de ler, assisti a adaptação para os cinemas e continuei com a mesma opinião. Do filme, só gostei da trilha sonora e da paixão de Mia pela música. Talvez eu não esteja no clima para esses romances melados que parecem feitos para te-obrigar-a-chorar-de-qualquer-jeito e, por isso, vai saber, não gostei. 


Se Eu Ficar (If I Stay) 
Autor: Gayle Forman
Idioma: português
Páginas: 224
Editora: Novo Conceito
Assunto: Literatura Estrangeira
Gênero: Drama / Romance
Minha Avaliação: ★★ (não gostei)




Xx

8 comentários

  1. Também não curti muito livro, grande parte se deve ao fato de não ter gostado da Mia, achei ela bem chatinha. A ideia da história é muito boa, mas o livro não convenceu. Mas aí eu resolvi dar uma chance a continuação e gostei bastante! No livro Para onde ela foi, quem narra é o Adam, e eu amei ele, o jeito que ele narra a história é muito bom, me conectei bastante com o personagem. Enfim, adorei sua resenha.
    Bjs

    oh, wow, lovely ❁

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai. Sou dessas que quando não gosta de algo, não força, sabe? Não tenho vontade de ler o segundo livro e já estou em outra HAHAHAHAH. Mas que bom que você gostou. Fico triste quando passo um tempo me dedicando a algo - uma leitura, por exemplo - e me arrependo por ter perdido tempo.

      Beijo

      Excluir
  2. Eu nunca tive paciência pra livros/filmes desse gênero justamente por isso, pra mim sempre acaba sendo meio "meh". A impressão que eu tive pela sua resenha é que no livro a gente consegue apontar o dedo pra parte da história e dizer "é aqui que a autora esperava que eu estivesse me acabando de chorar". Mas tem quem curta (MUITO, inclusive, hehe).
    Sentimentaligrafia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita gente ama esse livro, sinceramente não sei o motivo. Fiquei decepcionada, sei lá.

      Excluir
  3. Poxa, a premissa parece até legal, uma pena não desenvolver bem. :/ Eu assisto muito mais filmes e séries do que leio, então o livro tem que me pegar pra eu continuar, esse nem vou tentar, hahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo ler, assistir filme e não tenho tanta paciência para acompanhar séries. Acho que assim como a leitura para você, a série tem que me pegar hahahaha

      Excluir
  4. Filmes com boas trilhas sonoras me seduzem, então acho que ele não foi uma perca total de tempo. Eu sou toda chorona (choro até em cenas de ação se duvidar) então fiquei bem emocionada naquela parte em que o avô da Mia fala com ela em coma. Fora isso não achei essas coisas não, tenho a mesma opinião que você sobre o romance, por isso decidi não ler. Beijos, Bru!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, nessa parte eu também fiquei emocionada hahahaha. Mas não chorei. :p

      Excluir

Copyright © Ensaio de asas
Design edited by Bruna Sarga Illustration by Klika Boutique