4.4.15

bons livros para ler



As duas últimas semanas foram corridas na Unicap - semanas de provas -, por isso não atualizei as resenhas do "livro da semana". Então decidi compartilhar alguns dos meus livros e autores favoritos. Coloquei apenas quatro hoje, e esses estão na categoria jovens adultos. Por causa da complexidade deles, acho bom restringi-los para menores de 17 anos. Em troca, adoraria que você pudesse deixar uma lista dos seus livros favoritos nos comentários para que possamos fazer essa troca de conhecimento.
Vamos a lista:


❤ 1 Misto-quente, de Charles Bukowski

Misto-quente foi o primeiro livro que li de Charles Bukowski. Uma amiga me falou muito sobre o autor, logo após eu ter mencionado que tinha adorado o livro de Machu Picchu, de Tony Bellotto, por causa dos  personagens com caráter obsceno, e da escrita coloquial. Ela me falou que Bukowski era "o cara" nesse estilo, então procurei ler sobre o autor e soube que Misto-quente era praticamente uma autobiografia. Decidi começar por ele. Desde então sou apaixonada por tudo que Bukowski escreveu.  Suas frases são curtas, a leitura é clara e simples e os personagens são fascinantes. 


❤ 2 A invenção das asas, de Sue Monk Kidd

Mostrei para um amigo, uma matéria que saiu na Folha de São Paulo sobre o livro: Livro faz retrato de racismo no século 19. Comentei que fiquei muito interessada na leitura e voilá, ele me deu de presente. A história é sobre uma feminista do séc. 19, e sobre a sua luta contra a escravidão e pelos direitos das mulheres. Não é um livro chato, muito pelo contrário, cada capítulo te deixa com mais vontade de ler o próximo. 

❤ 3 A vida de Pi, de Yann Martel

Acredito que todos já devem ter visto o filme. Se não viu, ao menos, ouviu falar. O livro, como sempre, é mil vezes melhor. A história é sobre um garoto que fica preso num bote com um tigre, uma chipanzé, uma hiena e uma zebra, após um naufrágio onde ele perdeu a família e toda a tripulação. É um livro denso e violento. Narra o que o ser humano é capaz de fazer para viver. A crueldade da nossa espécie comparada as outras. Enfim, indico muito. Ele é transformador. 

❤ 4 Laranja Mecânica, de Anthony Burgess

A escrita é um pouco complicada, por usar gírias desconhecidas. No meu livro tem um glossário que explicam essas palavras, e ainda assim é um pouco complicado a leitura. Mas não se engane, essa escrita, essas gírias, a confusão na hora de tentar entender, é justamente o que faz o livro ótimo. O autor nos coloca dentro do universo de extrema violência juvenil, onde o anti-herói é um adolescente. Também se trata de um livro, que fizeram uma adaptação para as telonas. Então provavelmente você também já conhece a história. Se gostou do filme e não leu o livro, indico que leia. 



beijos, 
Bruna

Postar um comentário

Copyright © Ensaio de asas
Design edited by Bruna Sarga Illustration by Klika Boutique